Links de Acesso

Angola assinala nove anos de paz

  • Alexandre Neto

Um acordo de paz definitivo entre o governo de Angola e a UNITA foi assinado poucas semanas após a morte de Jonas Savimvi, fotografado no Huambo, então Nova Lisboa, nesta foto de 1975

Um acordo de paz definitivo entre o governo de Angola e a UNITA foi assinado poucas semanas após a morte de Jonas Savimvi, fotografado no Huambo, então Nova Lisboa, nesta foto de 1975

Assinalou-se hoje em Angola o nono aniversário do memorando de entendimento que acabou formalmente com a guerra civil em Angola

Assinalou-se hoje em Angola o nono aniversário do memorando de entendimento que acabou formalmente com a guerra civil em Angola.

Um ritual que se repete todos os anos.

Governantes exaltam a reconstrução de infra-estruturas (estradas, pontes e escolas) como ganhos do percurso.

A oposição reivindica mais direitos.

Além das interrogações que colocam sobre a qualidade das obras, as forças políticas na oposição falam de retrocessos no plano das liberdades fundamentais.

Não parou entretanto a violência no interior de Angola devido a questões de diferenças políticas dizem várias organizações.

O relegar para terceiro plano de alguns dos importantes actores do processo, é ainda segundo observadores, o resultado do modo como foi conseguido o calar das armas.

O nosso correspondente em Luanda ouviu a esse respeito as opiniões de João Kussumua, o ministro angolano da Assistência e Reiserção Social, Aninhas Sachiambo da UNITA e ainda os analista políticos Nelson Pestana e Guilherme Santos.

XS
SM
MD
LG