Links de Acesso

UNITA acusa as autoridades tradicionais de intolerancia politica

  • Paulo Oliveira

Sobas do Namibe durante o encontro com os governadores da Huila Namibe Cunene e Benguela

Sobas do Namibe durante o encontro com os governadores da Huila Namibe Cunene e Benguela

Os sobas interferem por todo o país, com maior incidencia no Bie, Huambo e Benguela

Actos cometidos pelas autoridades tradicionais contra elementos da UNITA têm acontecido um pouco por toda o território de Angola, com maior incidencia no Bié, no Huambo e em Benguela.

Em conversa telefónica com a nossa redacção, o porta-voz da UNITA, Alcides Sakala, começou por sustentar que os actos cometidos pelas autoridades tradicionais enquadram-se naquilo a que chamou de "intolerancia politica".

Sakala destacou que a intolerancia é a instrumentalização por parte do regime para ter as autoridades locais como "cavalos de batalha" para poderem levar a cabo iniciativas que procuram desestabilizar as estruturas da UNITA e os outros partidos da oposição.

Alcides Sakala referiu que a UNITA tem procurado, através da sensabilização, explicar aos sobas que são eles, efectivamente, os representantes do povo.

XS
SM
MD
LG