Links de Acesso

Japão: Governo declara "alerta máximo" nuclear

  • Eduardo Ferro

Japão: Governo declara "alerta máximo" nuclear

Japão: Governo declara "alerta máximo" nuclear

O primeiro-ministro japonês, Naoto Kan, afirmou que o país se encontra no estado de alerta máximo por causa da crise na central nuclear de Fukushima

O primeiro-ministro japonês, Naoto Kan, afirmou hoje perante o Parlamento que o país se encontra no estado de alerta máximo por causa da crise na central nuclear de Fukushima danificada pelo recente terramoto.

Naoto Kan fez tais declarações no momento em que equipas de trabalhadores na central de Fukushima continuavam a tentar retirar água altamente radioactiva dos edifícios onde se encontram os reactores.

Foi entretanto anunciada a detecção de vestígios de plutónio nos terrenos circundantes.

A descoberta de pequenas quantidades de plutónio causa assim novas preocupações com a persistente fuga da radioactividade.

A presença do plutónio indica por outro lado que se verificou a fusão do núcleo de um dos reactores. Lake Barrett é um cientista nuclear que liderou as operações de limpeza na central nuclear americana de Three Mile Island depois do acidente que lá ocorreu em 1979: “ quanto ao plutónio, isso era de esperar. Existe desde há décadas no meio ambiente plutónio proveniente dos testes a céu aberto de armas nucleares. Portanto de todos os isótopos emitidos a partir da central danificada, o plutónio é a menor das preocupações.”

Uma questão mais premente é a da existência da água altamente tóxica encontrada por baixo de 3 dos edifícios e dos túneis que os ligam junto ao mar.

Os túneis terminam em poços que se situam a menos de 100 metros da costa e o nível da água está perto dos seus limites.

As equipas de emergência estão a colocar sacos de areia e blocos de cimento em redor dos poços para impedir que água chegue ao mar caso o nível do líquido suba ainda mais. Estão igualmente a tentar retirar a água dos túneis mas essas operações estão a decorrer lentamente porque não dispõem de depósitos suficientes para armazená-la.

Lake Barrett acha contudo que o trabalho acabará por ser concluído: “ eles estão a tentar restabelecer a energia eléctrica para garantir o arrefecimento das instalações. Conforme ficou demonstrado no caso da central de Three Mile Island, nós temos a capacidade para fazer frente a estes problemas. Claro que o desafio em Fukushima é muitíssimo maior visto que há muito mais água contaminada nas caves dos edifícios. Acho contudo que eles estão a fazer progressos.”

Entretanto a detecção de plutónio traduziu-se por uma descida de muitas acções cotadas na bolsa de valores de Tóquio sobretudo das empresas ligadas à energia, pescas e exploração florestal.

XS
SM
MD
LG