Links de Acesso

UNITA quer explicações sobre actuação da polícia nas manifestações

  • Venâncio Rodrigues

Assembleia Nacional de Angola

Assembleia Nacional de Angola

Igreja católica manifestara apreensão face à postura passiva da polícia

A UNITA anunciou que vai pedir à Assembleia a interpelação do Executivo angolano para explicar sobre a actuação da polícia na recente repressão aos manifestantes, em Luanda e em Benguela e sobre a cobertura do acto pela imprensa pública.

A intenção foi expressa à Voz da América pelo líder da bancada parlamentar do maior partido da oposição, Raul Danda, que apontou os ministros do Interior, Sebastião Martins, e da Comunicação Social, Carolina Cerqueira, como as figuras visadas.

“Estamos perante uma situação em que Estado não dá voz a pessoas que exercem um direito constitucional, mas dá voz aos terroristas”, disse.

O ministro angolano do Interior negou na passada semana na cidade da Praia (Cabo Verde) que a polícia não tivesse agido para evitar a participação de civis na repressão dos manifestantes, em Luanda e em Benguela, no passado dia 10 de Março.

O governante reagia, em conferência de imprensa, à posição da Igreja Católica que, horas antes, se havia manifestado apreensiva relativamente à postura da polícia na repressão dos manifestantes, de que resultou em agressões graves a alguns cidadãos incluindo o secretário geral do Bloco Democrático, Filomeno Vieira Lopes.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG