Links de Acesso

Mais agentes policiais para Malanje em vésperas das eleições

  • Isaías Soares

Malanje, centro da cidade

Malanje, centro da cidade

Medida visa melhorar a segurança durante as próximas eleições gerais

O Comando Provincial Polícia Nacional de Malanje contará em breve com a reintegração e terá o reforço com novos efectivos, anunciou esta quarta-feira, nesta cidade, a vice-ministra do interior para administração e finanças, subcomissária Margarida de Jesus Barroso.

O dispositivo vai garantir a cobertura das próximas eleições gerais a serem realizadas em Angola, assim como reforçar os comandos municipais distribuídos pelas 14 circunscrições.

A vice-ministra que falava no termo de um encontro de auscultação e constatação com os membros dos conselhos consultivos do Ministério e do Comando da Polícia Nacional locais, considerou positivo o trabalho operativo da corporação, quanto à prevenção e combate a criminalidade.

“A criminalidade, por enquanto, aqui na província de Malanje é calma, as cifras são muito baixas, os crimes são mais ou menos aqueles de criminalidade doméstica, as desavenças familiares, mais ou menos, também ligadas ao excesso de álcool, algumas frustrações por inquietações das pessoas de uma maneira geral. Senti que a situação está controlada aqui em Malanje não há preocupações de maior”, reconheceu Margarida Barros.

Apesar dos bons êxitos no campo operativo, a subcomissária mostrou-se preocupada com cinco casos de excesso de prisão preventiva que se regista há mais de um ano, no município de Cacuso, 75 quilómetros a oeste de Malanje, cujos detidos aguardam por julgamento.

Margarida de Jesus Barroso disse que a solução do referido caso depende das instâncias judiciais locais, mas não deixa de ser um assunto que merece atenção do órgão que representa vinculado a garantir a tranquilidade pública.

Esta quinta-feira e com o mesmo propósito aquela dirigente do Minint trabalha na província da Lunda-Sul.

XS
SM
MD
LG