Links de Acesso

Angola: Não houve passividade da polícia - diz ministro do interior

  • Eugénio Teixeira

Manifestante espancado pela polícia, socorrido em plena via pública durante uma manifestação no ano passado (Arquivo VOA)

Manifestante espancado pela polícia, socorrido em plena via pública durante uma manifestação no ano passado (Arquivo VOA)

Sebastião Martins reagiu às críticas que acusam a policia de não ter protegido cidadãos durante a manifestação de Luanda

O ministro angolano do interior, Sebastião Martins negou que a polícia agiu de forma passiva e que permitiu a um grupo de individuos não identificados a agredir manifestantes em Luanda durante a manifestção do passado 10 de Março.

Numa conferência de imprensa realizada ontem para fazer o balanço da visita que efectuou a Cabo-Verde, Sebastião Martins rejeitou as críticas segundo as quais a passividade da polícia terá facilitado a agressão de civis por parte de um grupo de homens que segundo as vítmas agiram a mando do poder.

Os agredidos participavam num protesto anti-governamental.

Sebastião Martins considera que a actuação da policia angolana vai no sentido de manter a ordem e proteger os cidadãos, neste caso, actuando dentro da lei.

O Bloco Democrático uma coligação de partidos da oposição angolana, condenou as declarações do ministro, que fez lembrar que está em curso um inquérito à actuação da polícia durante a referida manifestação no passado dia 10 de Março.

Em declarações que pode ler e ouvir clicando aqui, o presidente do Bloco Democrático, Justino Pinto de Andrade, disse que o anunciado inquérito será uma "palhaçada".

O ministro do Interior reconheceu entretanto que durante os incidentes houve situações que de facto ultrapassaram a capacidade de resposta que todos esperavam, mas garantiu que a polícia teve a actuação possível.

Para além de reforçar a cooperação no domínio policial, Sebastião Martins e a sua homologa cabo-verdiana, Marisa Morais, assinaram um protocolo destinado à facilitação na concessão de vistos ordinários, bem como ao reconhecimento recíproco de Cartas de Condução.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG