Links de Acesso

Pequenos agricultores em África resistem ao seguro de colheita

  • Paulo Oliveira

Pequenos agricultores em África resistem ao seguro de colheita

Pequenos agricultores em África resistem ao seguro de colheita

A agricultura é uma actividade arriscada em qualquer parte do mundo, mas especialmente para os agricultores de subsistência no continente Africano

A agricultura é uma actividade arriscada em qualquer parte do mundo, mas especialmente para os agricultores de subsistência no continente Africano.

Milhares de agricultores de pequena dimensão enfrentam a possibilidade de forte pluviosidade na região, no período que decorre, anualmente, entre meados de Dezembro e mês de Fevereiro do ano seguinte.

A assistência governamental e das organizações não governamental pode levar meses até os poder ajudar, e muitos agricultores enfrentam a possibilidade de não terem possibilidade de adquirir sementes para a próxima época de plantio.

Os agricultores no mundo desenvolvido compram seguros para as colheitas contra uma variedade de problemas, incluindo os efeitos do mau tempo, mas em África os prémios dos seguros estão fora do alcance dos meios da maioria dos agricultores de pequena dimensão.

As seguradoras têm relutância em assumir os custos e mesmo dificuldade em equacionar as políticas adequadas e mesmo na avaliação das reclamações provenientes de zonas remotas.

Existem programas de micro seguros em países como a Tanzânia, e no Ruanda, para além da Índia e das Filipinas.

Persuadir os agricultores de pequena dimensão a pagar prémios ainda que baixos, mas que podem nunca ter de usar, constitui um outro desafio.

Entretanto um programa liderado pelo Banco Mundial ajudou a alargar o acesso ao crédito de seguros para agricultores no Quénia e no Ruanda, estando em estudo a introdução na Zâmbia.

XS
SM
MD
LG