Links de Acesso

Quadros da UNITA vão abandonar o partido

  • Correspondentes

Bem vindos a CASA. Abel Chivukuvuku anuncia nova formação política

Bem vindos a CASA. Abel Chivukuvuku anuncia nova formação política

Cinquenta quadros séniores vão anunciar adesão ao novo partido de Abel Chivukuvuku

Dezenas de quadros séniores da UNITA deverão anunciar Quinta-feira em Luanda a sua adesão ao novo partido político de Abel Chivukuvuku.

Esta figura proeminente da UNITA anunciou ontem que tinha decidido abandonar o partido e formar a Convergência Ampla de Salvação Nacional, CASA.

Ouça a reportagem do Venâncio Rodrigues



Espera-se que hoje 50 outros quadros seniores deverão fazer a renúncia do “galo negro” nesta quinta-feira para anunciar a aderência ao novo projecto.

Há tambem noticias que através do país outros membros da UNITA manfiestaram a intenção de juntar-se ao projecto de Chivukuvuku

A significativa presença de jovens, entidades eclesiásticas e representantes de Organizações Não Governamentais na conferência de imprensa exprime de alguma forma o interesse e a expectativa com que este acto vinha sendo aguardado no decurso do tempo.

O político terá jogado com indicadores da sua popularidade de que havia referência nos últimos anos e, ainda que de forma aleatória, arriscar a jogada que anunciou.


O político, tudo indica, quer fazer vincar a ideia segundo a qual a época das ideologias é passada, e fazer sentir aos seus detractores que o combate político nas cidades exige uma maneira diferente de estar.

Com um processo de inscrição junto do Tribunal Constitucional por completar, Chivukuvuku tem no tempo o maior adversário.

A direcção da UNITA minimiza os acontecimentos. Joaquim Ernesto Mulato disse que a decisão “não afecta o partido”.

No Namibe o dirigente provincial do partido também minimizou a decisão afirmando qu eno passado a UNITA teve tambem casos semelhantes sem que isso tivesse afectado a continuação do partido

Ouça a reportagem do Armando Chicoca



No discurso que fez Abel Chivucuvuku, não foi muito profundo a justificar porque deixava o partido que militou 38 anos, limitando a dizer que aqueles que acompanharam a situação dele, compreenderão.

Ouça a reportagem do Alexandre Neto

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG