Links de Acesso

Carnaval brasileiro vibra com duelo entre escolas favoritas


Escola de Samba Beija Flor

Escola de Samba Beija Flor

Renascidas das cinzas, as escolas que sofreram com o incêndio que destruiu os esforços de quase um ano inteiro de preparo desfilaram normalmente

Milhares de brasileiros e estrangeiros se despedem, nesta terça-feira, do carnaval no Brasil. Somente no Rio de Janeiro, que tem um dos carnavais mais tradicionais do país, 750 mil visitantes - grande parte do exterior - passaram pela cidade. Estimativas apontam que a capital, cartão postal brasileiro, deve contabilizar um lucro de R$ 1 bilhão com a festa popular, entre gastos em bares, compras em lojas e supermercados.

Os desfiles das escolas de samba do Rio de Janeiro conhecidos mundialmente foram encerrados manhã desta terça-feira. O resultado das escolas campeãs será divulgado nesta quarta-feira. A disputa promete ser acirrada entre duas escolas apontadas como favoritas: Beija-Flor e Unidos da Tijuca, vencedora do ano passado.

Como já é tradição, de forma geral, os desfiles foram luxuosos e, cada vez mais, surpreendentes com a exploração de recursos tecnológicos. Ao lado da beleza das fantasias, carros alegóricos e música, a superação foi uma das grandes marcas do carnaval 2011 do Rio de Janeiro.

Renascidas das cinzas, as escolas que sofreram com o incêndio que destruiu os esforços de quase um ano inteiro de preparo desfilaram normalmente. Três agremiações - Grande Rio, União da Ilha e Portela - não vão disputar o título devido às perdas com o incêndio ocorrido no início do mês de Fevereiro. Apesar de todas as adversidades, a tragédia não impediu o show dessas escolas. “A palavra é superação, nós perdemos nosso carro alegórico mais importante e quase duas mil fantasias e, mesmo assim, em 30 dias conseguimos repor o trabalho de um ano perdido com o incêndio”, afirma o patrono da escola União da Ilha, Sávio Neves.

Problemas à parte, mais uma vez o Carnaval do Rio de Janeiro foi a festa da estrelas brasileiras e internacionais, como a top model Gisele Bündchen, um dos destaques da escola Vila Isabel, e o marido dela, o jogador de futebol americano, Tom Brady. Assim como Brady, o ator americano Jude Law acompanhou os desfiles no Rio de Janeiro e declarou ter ficado impressionado com a grandiosidade e beleza da festa.

O carnaval no Brasil também é marcado por situações inusitadas como a protagonizada por um casal que resolveu transformar o carnaval em cerimônia de casamento. Durante o desfile de um bloco, no Rio de Janeiro, os jornalistas Renato Onofre, de 30 anos, e Marcele Bessa, de 33, trocaram alianças perante 100 convidados fantasiados e milhares de desconhecidos.

As imagens do casamento ganharam o mundo com a noiva explicando porque decidiu se casas assim. “Eu tive essa idéia de casar em um bloco e falei com o Renato que, assim como eu adora carnaval, samba, amigos e muita gente. A cerimônia contou até com juras, como é tradição nos casamentos realizados nas igrejas brasileiras. “Quero viver essa fantasia sempre e que esse carnaval não termine nunca, ” jurou o noivo.

O carnaval no Brasil termina oficialmente, na manhã desta quarta-feira, com a chegada da Quarta-feira de Cinzas, data do calendário católico. As últimas horas de carnaval ainda são de grande festa no país. Além do Rio de Janeiro, na Bahia, as grandes estrelas da música popular puxam trios elétricos na capital Salvador. Ainda no nordeste brasileiro, no estado de Pernambuco, bonecos gigantes imitando personalidades, como a presidente Dilma Rousseff e o presidente americano Barack, Obama, arrastam milhares de pessoas ao som do ritmo regional, o frevo.

XS
SM
MD
LG