Links de Acesso

Países produtores de matérias-primas prometem mais transparência


Países produtores de matérias-primas prometem mais transparência

Países produtores de matérias-primas prometem mais transparência

Terminou hoje em Paris a quinta conferência internacional das indústrias extractivas, com a promessa de uma maior transparência no comércio de matérias-primas através do globo.

Terminou hoje em Paris a quinta conferência internacional das indústrias extractivas, com a promessa de uma maior transparência no comércio de matérias-primas através do globo.

Presentes representantes de 33 países ricos em matérias-primas incluindo governantes, empresários e organizações cívicas.

Naqueles países o sector privado e o sector público comprometeram-se a aplicar a denominada iniciativa de transparência nas indústrias extractivas.

Nos termos dessa iniciativa os governos e as empresas comprometeram-se a publicar aquilo que pagam e recebem no comércio das matérias-primas.

Desse modo os cidadãos daqueles 33 países poderão saber ao certo quanto dinheiro os seus governos ganharam com a venda dos recursos naturais e qual a sua utilização.

Um dos participantes na reunião de hoje na capital francesa foi o presidente moçambicano Armando Guebuza.

O nosso colaborador Emanuel Langa está em Paris e acompanhou a intervenção de Guebuza.

XS
SM
MD
LG