Links de Acesso

Líbia: Oposição aperta cerco à capital

  • Eduardo Ferro

Líbia: Oposição aperta cerco à capital

Líbia: Oposição aperta cerco à capital

Na Líbia, forças anti-governamentais tomaram a cidade de Zawiya situada a 50 km da capital, Tripoli.

Na Líbia, forças anti-governamentais tomaram a cidade de Zawiya situada a 50 km da capital, Tripoli, na sequência de vários dias de confrontos com forças leais ao líder líbio Moammar Gadhafi.

Jornalistas ocidentais que se deslocaram hoje a Zawiya afirmaram que centenas de pessoas reuniram-se no centro da cidade entoando palavras de ordem anti-Gadhafi
.
Gadhafi mantem o controlo de Tripoli, mas, as forças da oposição já detêm grande parte da região ocidental do país e de toda a zona leste na sequência da vaga de manifestações para por termo ao seu regime de 42 anos.

Hoje forças leais a Gadhafi patrulhavam as ruas da capital apesar de residentes nalguns bairros de Tripoli estarem a desafia-las erigindo barricadas.

Entretanto o antigo ministro da justiça de Gadhafi, Mustafa Abdel Jalil, anunciou ontem a formação de um governo de transição baseado em Benghazi no leste do país.

Jalil afirmou que o governo de transição inclui personalidades militares e civis e que organizaria no espaço de 3 meses eleições livres e justas.

Enquanto isso na vizinha Tunisia, o primeiro-ministro Moamed Ganouchi decidiu demitir-se depois dos confrontos entre forças de segurança e manifestantes que exigiam a demissão do seu governo interino.

Ganouchi anunciou hoje a sua decisão num discurso televisivo afirmando que pretendia evitar mais derramamento de sangue no país.

No sábado 3 pessoas morrerem em confrontos com a policia junto ao ministério do interior em Tunis. Os manifestantes exigiam a demissão do governo interino alegado que o mesmo estava muito próximo do regime do deposto presidente Ben Ali.

XS
SM
MD
LG