Links de Acesso

Líbia: Forças leais a Kadhafi disparam contra populares na capital


Líbia: Forças leais a Kadhafi disparam contra populares na capital

Líbia: Forças leais a Kadhafi disparam contra populares na capital

Opositores do regime que responderam ao apelo de marcha em Tripoli foram dispersados

A União Europeia concordou hoje em aplicar sanções contra a Líbia.

O acordo prevê um embargo sobre a venda de armas, de materiais de repressão, e de vistos de viagens, assim como o congelamento das contas e haveres de Mouammar Kadhafi, e dos seus próximos.

Hoje as forças leiais ao Coronel Kadhafi dispararam contra manifestantes na capital Tripoli.

A insurreição popular continua a ganhar terreno na Líbia. O movimento de contestação está a avançar para região oeste do país.

O regime de Kadhafi procura resistir a todo custo a revolta popular, e hoje em Tripoli as forças leis ao Coronel disparam contra manifestantes.

As forças de Kadhafi intervieram para dispersar um grupo de opositores populares que se organizava para marchar sobre Tripoli após a habitual sessão de oração de Sexta-feira.

Os opositores do líder líbio tinham apelado a população a saírem a rua na capital hoje depois do serviço religioso.

Até ao momento não houve relatos de mortos na repressão desta Sexta-feira. Milícias armadas e pró-Kadhafi são descritas como estando a circular pela cidade em viaturas, donde disparam contra os manifestantes. Agentes de segurança ainda sob a alçada de Kadhafi estão a proceder rusgas em busca de pessoas consideradas de desleais ao regime.

Ontem 23 pessoas foram mortas pela violência na cidade de Zawyia a 50 quilómetros de Tripoli.

As forças que tem protegido o Coronel Kadhafi, são compostas das chamadas “sete brigadas” lideradas por um dos filhos do ditador, e de unidades de militares leais a tribo de Kadhafi e seus aliados, e também de mercenários africanos.

Os opositores estão determinados em deitar abaixo o regime. O general Abdel Aziz al-Busta que desertou-se das forças armadas com uma dezena de altos oficiais militares, evocou a possibilidade de um avanço sobre Tripoli. Dizia ele que o objectivo agora é Tripoli, se a cidade por si só não conseguir se liberar.

Informações ainda não confirmadas indicam que Musratha a terceira maior cidade do país foi desertada pelas forças leais a Kadhafi.

O líder da Liga dos Direitos Humanos da Líbia disse que membros do comité da revolução – uma força leal a Kadhafi – levaram a cabo na Terça e Quarta-feiras execuções sumárias no hospital de Tripoli.

XS
SM
MD
LG