Links de Acesso

Moçambique: Professores "chumbam" descontos para a FRELIMO

  • Simião Pongoane

Moçambique: Professores "chumbam" descontos para a FRELIMO

Moçambique: Professores "chumbam" descontos para a FRELIMO

Partido no poder diz ter havido mal entendido. Oposição acusa Frelimo de confundir estado com o partido

Professores na província de Nampula "chumbaram" descontos feitos nos seus salários para financiar o próximo Congresso do partido no poder, a FRELIMO.

A FRELIMO diz tratar-se de um erro de "excesso de zelo" e prometeu rever a matéria acabando com os descontos.

O caso deu-se no distrito de Morrupula da província de Nampula onde professores notaram que tinham sido efectuados descontos nos seus salãrios para ajudar a pagar o próximo congresso da FRELIMO a decorrer em Setembro proximo na cidade de Pemba.

Isto apesar de muitos deles não serem membros da FRELIMO.

Em Maputo uma porta-voz da Frelimo, Edson Macuàcua, disse ter havido "excesso de zelo" já que o partido nunca tinha dado ordens para se fazerem descontos coercivos aos professores.

O porta voz disse que o responsável pelos descontos será sancionado.

Macácua acrescentou que a orientação dada pelo partido era de que todos os membros da FRELIMO devem contribuir para o décimo congresso da organização.

Essa orientação, disse, "foi mal entendida".


O ministério da educação também disse não ser responsável pelos descontos.

Para a oposição contudo o incidente é mais uma prova de como a FRELIMO confunde o estado com o partido.

Fernando Mazanga, porta-voz do principal partido da oposição em Moçambique, disse que se não tivesse havido uma fuga de informação sobre os descontos efectuados em Morrupula os descontos iriam continuar.

XS
SM
MD
LG