Links de Acesso

Huíla: PRS acusa governo de dificultar implantação

  • Teodoro Albano

Eduardo Kuangana, presidente do PRS

Eduardo Kuangana, presidente do PRS

As maiores dificuldades são encontradas nas zonas mais distantes das sedes municipais, diz responsável do partido.

O Partido de Renovação Social, PRS, diz estar a ter dificuldades em implantar-se em toda a extensão da província angolana da Huíla alegadamente por causa da acção de elementos afectos ao partido no poder.

Segundo a secretária provincial do PRS que fez a denúncia, Júlia Caquene Adriano, as maiores dificuldades são encontradas nas zonas mais distantes das sedes municipais, ou seja, em comunas e aldeias.

Em vez de apresentar queixas à polícia, o PRS diz estar a privilegiar o diálogo para resolver o problema e revela ter recebido garantias do MPLA para içar a bandeira do partido nas áreas programadas em 2012.

Em ano de eleições numa altura em que o processo eleitoral está encalhado devido a recusa pela oposição da nomeação da presidente da CNE, Susana Inglês, o PRS na Huíla tem os objectivos bem definidos quanto ao possível pleito de 2012.

Consciente de que não está numa zona de influência do partido, Júlia Adriano, espera ver o PRS eleger pelo círculo local um deputado na pior das hipóteses: “ Pelo círculo da Huíla nós projectamos pelo menos dois ou um deputado. Está assim projectado e estamos a trabalhar mesmo para o sentido”, disse a secretária provincial do Partido de Renovação Social, PRS.

XS
SM
MD
LG