Links de Acesso

União Europeia financia programa de saúde em São Tomé

  • Óscar Medeiros

União Europeia financia programa de saúde em São Tomé

União Europeia financia programa de saúde em São Tomé

O montante de um milhão e 700 mil euros disponibilizado pela União Europeia vai ser aplicado em projectos sanitários que visam a redução de mortalidade materna e neonatal em São Tomé e Príncipe, um dos objectivos de desenvolvimento do milénio para o qual o governo santomense vem solicitando o apoio dos parceiros.

O montante de um milhão e 700 mil euros disponibilizado pela União Europeia vai ser aplicado em projectos sanitários que visam a redução de mortalidade materna e neonatal em São Tomé e Príncipe, um dos objectivos de desenvolvimento do milénio para o qual o governo santomense vem solicitando o apoio dos parceiros.

Numa altura em que se pretende travar a tendência para o aumento de número de casos de morte materna e neonatal em São Tomé e Príncipe, a ministra da Saúde, Ângela Pinheiro, considera que é preciso reforçar a capacidade dos técnicos de saúde que trabalham nas maternidades.

A representante da União Europeia, Cristina Martins, está optimista quanto ao objectivo traçado pelo governo santomense de redução em 3/4 da morte materna e neonatal no país até 2015.

XS
SM
MD
LG