Links de Acesso

Projecto das areias pesadas de Chibuto


Projecto das areias pesadas de Chibuto

Projecto das areias pesadas de Chibuto

Dez companhias mineiras internacionais concorrem para a concessão da licença de exploração do projecto das areias pesadas de Chibuto, na província de Gaza, sul de Moçambique.

Trata-se de um projecto que ocupa uma área de onze mil hectares e um potencial de 72 milhões de toneladas de ilmenite que deverá conhecer o novo concessionário dentro de dois meses.

A Ministra dos Recursos Minerais, Esperança Bias, não quis avançar com os nomes das empresas interessadas, mas assegurou que “algumas delas têm experiência no desenvolvimento da exploração de areias”.

No processo de selecção do novo concessionário, o governo diz que vai dar primazia ao concorrente que responda também ao requisito de acrescentar valor da ilmenite em Moçambique.

O projecto esteve adjudicado à companhia australiana BHP Bilinton, que viu a licença revogada a meados do ano passado devido a incumprimento dos objectivos assumidos, nomeadamente, o prazo para o início das operações de extracção.

Durante alguns anos, o projecto de exploração das areias pesadas do Chibuto esteve a cargo da empresa australiana Corridor Sands, companhia posteriormente adquirida pela BHP Billiton.

As actividades da BHP Billiton no Chibuto deveriam começar em 2012 mas, em 2009, a empresa anunciou que o investimento na extracção de minérios de titânio era "inviável naquele momento" e alegou ainda indisponibilidade tecnológica para continuar o projecto.

XS
SM
MD
LG