Links de Acesso

China congratula-se com a visita do seu vice-presidente aos Estados Unidos


Aos olhos dos chineses o vice-presidente Xi Jinping deve mostrar-se convicente como diplomata e um grande líder antes de assumir a presidência do seu país já no próximo ano

Aos olhos dos chineses o vice-presidente Xi Jinping deve mostrar-se convicente como diplomata e um grande líder antes de assumir a presidência do seu país já no próximo ano

Xi Jinping põe a prova as suas capacidades de futuro líder, numa digressão aos EUA e com passagens também pela Irlanda e Turquia

A China saudou de forma efusiva a visita na semana passada do seu vice-presidente aos Estados Unidos, afirmando que ela aconteceu num momento importante e ajudou a reforçar o que considera ser uma das mais importantes relações estatais bilaterais do mundo.

Stephanie Ho reporta de Beijing como foi seguida a visita de Xi Jinping e diz que essa digressão permitiu aos chineses conhecerem melhor esse futuro líder do país.

O porta-voz do ministério dos negócios estrangeiros chinês, Hong Lei fez longos comentários esta Segunda-feira, nos quais descreveu a visita do vice-presidente Xi Jinping aos Estados unidos como um “grande acontecimento nas relações sino-americanas.”

O porta-voz do governo chinês disse que a visita foi um sucesso, no que toca a implementação mais aprofundada de uma parceria sino-americana baseada no respeito e benefício mútuos.

Hong Lei adiantou que a China encara ainda esta visita com um grande significado.

O vice-presidente Xi Jinping teve encontros de alto nível em Washington, como também visitas memoráveis em outras partes do país. No Estado do Iowa, Jinping esteve na cidade de Muscatine para renovar os laços de uma relação estabelecida durante a visita a uma quinta-comunitária há 27 anos quando ainda era um simples membro do governo chinês. O vice-presidente da China passou também pela Califórnia para assistir um jogo de basquetebol dos Los Angeles Lakers.

O director do Centro Universitário Tsinghua para as Relações China – Estados Unidos, Sun Zhe diz que a visita de Xi Jinping foi um sucesso no campo político como também ao nível pessoal. Zhe adianta que os dois países pretendem estabilizar as suas relações através de tais encontros ao mais alto nível. Acrescenta ainda que seja natural que os Americanos estejam curiosos acerca de Xi Jinping porque ele está em posição para ser o presidente da China no próximo ano.

Willy Lam um professor associado na Universidade Chinesa de Hong Kong diz que a visita também abriu a oportunidade para os chineses conhecerem melhor o futuro líder.

“A maior parte da visita foi para o consumo doméstico – portanto a liderança pretende que os chineses comuns vejam através da televisão Xi Jinping como o futuro secretário-geral e presidente, mostrando o seu dote de diplomacia, a habilidade para se assumir perante os líderes de grandes potências, e igualmente a sua capacidade para algum tipo de figura de estatura política internacional.”

Willy Lam adianta que a visita foi no entanto curta no que toca a objectivos concretos, e aponta especificamente as preocupações americanas acerca da política monetária e as práticas comerciais chinesas.

Um tema candente actualmente, envolve a queixa de uma empresa chinesa contra a fabricante de computadores americana Apple, acusada de usurpar os seus direitos de autor da marca Ipad na China.

Willy Lam diz que disputas dessa natureza vão ganhar terreno e tornar-se num problema maior com o aproximar da campanha para as eleições presidenciais americanas.

O vice-presidente chinês depois dos Estados Unidos partiu para Irlanda em visita oficial. Ele deverá ainda fazer uma paragem na Turquia antes do seu regresso à China.

XS
SM
MD
LG