Links de Acesso

Escritores angolanos traduzidos para árabe

  • Pedro Dias

Escritores angolanos traduzidos para árabe

Escritores angolanos traduzidos para árabe

"Como se viver fosse assim: Antologia do conto angolano", primeira obra a ser traduzida.

A União dos Escritores Angolanos pretende traduzir para a língua árabe obras de escritores angolanos.

O objectivo é o de dar a conhecer a identidade cultural de Angola e a diversidade dos seus diferentes povos através da literatura.


O Secretário-Geral da organização Carmo Neto diz que já está em curso um projecto de traduções de livros de referência da literatura angolana em árabe.

A língua árabe é falada por 280 milhões de pessoas em 22 países.

Neto disse estar convencido que as traduções poderão “ com as suas narrações oferecer mais ou menos a nossa vivência e os nossos cosutmes” dando assim maiores oportunidades de conhecimentos.

“Há valores que traduzidos para outras civilizações dão-nos mostras de como é o modo de vida de cada povo,” disse.

“Ao mesmo tempo pretendemos com este trabalho continuar a promover e a difundir a nossa literatura não só no nosso espaço doméstico mas também além fronteiras,” acrescentou.

Um acordo foi celebrado em Janeiro entre a União dos Escritores Angolanos e a União dos Escritores do Egipto.

O primeiro livro a ser traduzido para Árabe foi “Como se viver fosse assim: Antologia do conto angolano” da escritoria angolana Domigas de Almeida.

Ouça a reportagem e a entrevista carregando na barra azul no topo


XS
SM
MD
LG