Links de Acesso

Crise Parlamentar em São Tomé e Príncipe

  • Óscar Medeiros

Crise Parlamentar em São Tomé e Príncipe

Crise Parlamentar em São Tomé e Príncipe

PCD não concorda com a decisão de Evaristo de Carvalho

Perante o pedido do deputado do PCD para passar a independente e diante da declaração de renúncia apresentada pela direcção do mesmo partido, o Presidente da Assembleia Nacional Evaristo de Carvalho decidiu a favor do deputado Sebastião Pinheiro porque chegou a conclusão que a declaração de renúncia foi forjada durante a campanha eleitoral.

Pela voz de Delfim Neves a Direcção do PCD não concorda com a decisão de Evaristo de Carvalho e pede a intervenção do Presidente da República.

Por seu lado o MSLSTP/PSD o maior partido da oposição são-tomense através do seu líder parlamentar José Viegas acusa o Presidente da Assembleia Nacional de ter agido com parcialidade para beneficiar a bancada do partido no poder.

A ADI por sua vez num comunicado distribuído à imprensa considera que tudo isto é uma manobra dos partidos da oposição para forjar uma crise com o objectivo de derrubar o Governo eleito democraticamente, criando condições para a instalação de um hipotético Governo de Unidade Nacional ou de base alargada.

Em conferência de imprensa, o deputado Sebastião Pinheiro reafirma que não pretende renunciar ao seu mandato, mas sim passar a independente e acusa os dirigentes do seu próprio partido de fazerem parte de um complô para criar instabilidade política no país.

XS
SM
MD
LG