Links de Acesso

Bissau - Jornalistas têm código para as eleições


Bissau - Jornalistas têm código para as eleições

Bissau - Jornalistas têm código para as eleições

Código de Conduta Eleitoral para os Órgãos da Comunicação Social

Trata-se de um instrumento que baliza o quadro do exercício profissional dos jornalistas guineenses durante os períodos eleitorais.

Aprovado a quando do primeiro congresso do Sindicato Nacional dos Jornalistas e Técnicos da Comunicação Social, em Agosto de 2011, o Código de Conduta Eleitoral para os Órgãos da Comunicação Social assenta os seus princípios na Declaração Universal dos Direitos Humanos; na Carta Africana dos Direitos Humanos e dos Povos; no Pacto Internacional sobre os Direitos Civis e Políticos e na Declaração dos Princípios sobre a Liberdade de Expressão em África.

O documento que contem apenas cinco artigos, é aplicável a todos os jornalistas e órgãos da comunicação social públicos e privados e adverte-os a assegurar o tratamento igual e equitativo aos candidatos e pugnar pelo exercício do contraditório. Foi nesta perspectiva que o Secretário-geral do Sindicato Nacional dos Jornalistas da Guiné-Bissau, Bacar Balde, destacou a importância do documento em referência.

Numa visão mais alargada, o Director-geral da Comunicação Social, o jornalista Humberto Monteiro, desafiou aos políticos a se dotarem igualmente de um código de conduta eleitoral.

Entregue hoje aos responsáveis de órgãos da comunicação social, o Código de Conduta, valeu a contribuição financeira da União Europeia, através do Projecto Pro-palop mais Timor Leste, com os apoios do PNUD e do Gabinete Integrado das Nações Unidas para Consolidação de Paz na Guiné-Bissau (UNIOGBIS).

XS
SM
MD
LG