Links de Acesso

Kwanza-Sul: Ausencia de chuvas deixa população da Jamba Kalunga à beira da fome


Kwanza-Sul: Ausencia de chuvas deixa população da Jamba Kalunga à beira da fome

Kwanza-Sul: Ausencia de chuvas deixa população da Jamba Kalunga à beira da fome

Tractores não temos. Estamos cultivar com os braços, ou seja manual.

Jamba Kalunga é uma localidade situada no coração da comuna da comuna do Gungo e com fortes potencialidades agrícolas tendo em conta as condições climáticas da região.

De um tempo a esta parte as populações tem-se debatido com o problema da seca, fenómeno que, nos dias de hoje, ainda graça aquela parcela do município do Sumbe.

A Voz da América esteve na Jamba Kalunga para constar como vivem aquelas populações e conversou com os camponeses começando por Domingos Julião que visivelmente preocupado disse:

“A preparação agrícola; as pessoas para trabalhar têm vontade de trabalhar; mas o que nos faz mal é a chuva que falha; as chuvas pequenas já nos falharam, e temos suspeita de que as chuvas grandes não venham a cair bem”.

VOA: Mas mesmo assim as populações continuam a desbravar a terra?

“Assim mesmo estamos a continuar desbravar a terra. Cultivar com força”.

VOA: Por outra: Como é que conseguem desbravar a terra, há tractores aqui?

“Tractores não temos. Estamos cultivar com os braços, ou seja manual. Mas a vontade que nós temos é de que a chuva nos caia muito bem.”

VOA: Ok nós vamos procurar falar com mais um natural. Por favor como é que se chama?

VOA: Germano qual é a percepção quanto às quedas pluviométricas, falo concretamente das chuvas. Actualmente parece que vocês estão viver um período de seca?

“Sim, estamos a viver momentos de seca, a chuva é que está nos falhar; as chuvas pequenas não caíram bem; estamos à espera das chuvas grandes, e não temos bons sinais. Estamos na falta também de alguns meios para nos ajudar nas lavras, assim como tractores, por que estamos mesmo com a desconfiança de que não haverá chuva, mas mesmo assim os trabalhos estão a andar”.

VOA: O que é que se produz mais aqui na Jamba Kalunga?

“Bom aqui é o milho e o feijão, essa é a produção que estamos a fazer aqui”.

VOA: Ok, nos vamos procurar falar com mais um jovem, como é que se chama?

“Eu chamo-me Félix Joaquim Mário”.

VOA: O que é que nos pode dizer sobre a época agrícola que se avizinha?

“A época que estamos a correr é a falta de chuva. Nós não estamos a trabalhar porque estamos a ver que as lavras estão a fechar e precisamos de um tractor. A razão é que produzimos mandioca, milho, batata, jinguba e outras coisas”.

VOA: Você tem algum estoque para contrapor essa seca que nós vemos aqui?

“Não temos”.

Ouvíamos o clamor de populares da localidade da Jamba Calunga, região da comuna do Gungo no município do Sumbe e as peripécias por que estão a passar com a ausência das chuvas.

XS
SM
MD
LG