Links de Acesso

Unita diz que há discriminação contra os seus veteranos de guerra

  • Armando Chicoca

Unita diz que há discriminação contra os seus veteranos de guerra

Unita diz que há discriminação contra os seus veteranos de guerra

Instituto de apoio aos veteranos nega acusação

09 Fevereiro 2011 - Na província angolana do Namibe a UNITA e o instituto de apoio aos veteranos de guerra estão em disputa quanto ao apoio que está a ser dado aos antigos combatentes daquele partido.

A Unita alega discriminação algo negado pelo instituto.

O Secretário Provincial para os assuntos eleitorais da UNITA Namibe, Justino de Carvalho deplorou o que disse ser a exclusão dos ex-combatentes do seu partido nos projectos de apoio institucional aos desmobilizados.

"Não há projectos de apoio aos desmobilizados,” disse.

“Não se pode confundir, os vinte desmobilizados das FAPLA, que receberam apoios para actividades de pesca e actividade agro-pecuária por desmobilizados. Os desmobilizados, são aqueles que vieram das FAPLA, FALA e ELNA e todos merecem respeito e apoio", lamentou.

O político do Galo negro disse ainda que há provas mais do que evidentes da exclusão social dos ex-combatentes do seu partido.

"Muito recentemente entregou-se apoios aos desmobilizados das FAPLA e nós ficamos de fora" acrescentou.

O Chefe dos serviços do IRSEM-Instituto de Reinserção Social dos ex-militares, António Rodrigues Tiago, disse que a acusação não corresponde à verdade.

"Durante o processo de reinserção social aqui no Namibe, foram dados passos certos, para os ex-militares da Unita que escolheram residir na província do Namibe, disse.

“Aqueles que pretenderam receber ajuda e depois foram para outros caminhos, ai sim devem ter dificuldades", acrescentou.

Os sectores de saúde e de educação, acolheram igualmente desmobilizados da UNITA que hoje exercem actividade útil a população no sector público, disse o responsável do IRSEM.

Durante a recente visita do presidente do partido do galo negro Isaias Samacuva, à província do Namibe, o problema de reinserção social, foi a tónica dominante, no encontro com os quadros e dirigentes do seu partido nesta província.

XS
SM
MD
LG