Links de Acesso

Congo-Brazzaville encerra temporariamente fronteira com Cabinda


Congo-Brazzaville encerra temporariamente fronteira com Cabinda

Congo-Brazzaville encerra temporariamente fronteira com Cabinda

Esta situação causou algum mal-estar aos cidadãos angolanos que recorrem à região de Ponta Negra para vários fins, sobretudo a classe empresarial .

1 Fev 2011 - As autoridades da República do Congo-Brazzaville encerraram, por algumas horas a fronteira de Massabi com a província de Cabinda em retaliação aos impedimentos de que os cidadãos daquele país vizinho são vítimas, na sequência da reorganização das fronteiras que o governo de Angola vem operando em todo o país.

Esta situação, verificada esta domingo, causou algum mal-estar aos cidadãos angolanos que recorrem à região de Ponta Negra para vários fins, sobretudo a classe empresarial que recorre o porto daquele país vizinho para a descarga das suas mercadorias importadas de vários pontos do mundo.

A fronteira já foi reaberta apesar dos constrangimentos que causou nas trocas comerciais e na livre circulação de pessoas.

De acordo com o advogado Marcos Gomes apesar de o incidente ter durado poucas horas não deixa de ser preocupante.

Economicamente o enclave de Cabinda depende do Congo-Brazzaville pelo facto do porto de Ponta Negra servir de transitário para as mercadorias importadas para Cabinda, por não existir um porto de águas profundas na região.

Esta não é a primeira vez que as autoridades congolesas fecham unilateralmente a sua fronteira. A mais marcante aconteceu em 2009, quando o governo angolano decidiu repatriar os cidadãos dos dois Congos que se encontravam em estadia ilegal em Cabinda.

Para minimizar a situação o ministro angolano dos Transportes, Augusto Tomás, anunciou a ampliação da ponte-cais que entretanto se encontra em péssimo estado de conservação.

XS
SM
MD
LG