Links de Acesso

África-China: A parceria financeira agrada aos africanos

  • Eduardo Ferro

África-China: A parceria financeira agrada aos africanos

África-China: A parceria financeira agrada aos africanos

Um responsável do Banco de Desenvolvimento Africano, Mthuli Ncube, afirmou à Voz da América que a África acolhe os investimentos chineses com tanto agrado como às outras fontes de investimento.

Um responsável do Banco de Desenvolvimento Africano Mthuli Ncube, afirmou à “Voz da América” que a África acolhe os investimentos chineses com tanto agrado como acolhe outras fontes de investimento. Ncube participou no Fórum Económico Mundial a decorrer em Davos na Suiça.

Mthuli Ncube afirmou que o relacionamento político de há longa data da China com África está a dar lugar agora a um relacionamento económico. Acrescentou que a China se tornou num parceiro valioso visto estar disposta a desempenhar um papel importante na estimulação do investimento de que o continente tanto necessita. Para além disso, segundo Ncube, a China está disposta a desempenhar um papel mais alargado no auxílio humanitário aos países pobres africanos.

A China tem sido muitas vezes criticada por estar a explorar os recursos naturais do continente sem grande preocupação pelo bem-estar dos trabalhadores.

Ncube afirma que há uma certa verdade nessas criticas acrescentando que a China devia criar mais parcerias com as comunidades locais: “ acho que, regra geral, os investimentos têm sido positivos. Criaram empregos e parques industriais. Contudo também aconselho os investidores estrangeiros a fomentarejm parcerias como modo de estimular a inovação local”, acrescentou ainda aquele destacado economista do Banco de Desenvolvimento Africano.

Ncube afirma ainda que encara a África como a próxima fronteira em termos de investimentos à escala mundial e manifestou o seu desapontamento com a liderança global. Segundo ele, os países do grupo G-20 continuam a considerar que a África tem um papel marginal em vez de ser parte de uma solução para impulsionar a economia mundial e fazê-la sair da crise em que se encontra.

Aquele economista do Banco de Desenvolvimento Africano salienta que vários dos 10 países com a melhor performance económica neste momento encontram-se em África. Ncube salienta que os países africanos estão a movimentar-se vagarosamente mas que as economias da região estão a crescer. Segundo ele é cedo ainda para dizer se a África será a nova China, mas, segundo Ncube, o continente está a deslocar-se no sentido certo.

XS
SM
MD
LG