Links de Acesso

UNITA substitui direcção provincial no Namibe

  • Armando Chicoca

Secretario provincial da UNITA Namibe

Secretario provincial da UNITA Namibe

Partido vai criar um estado-maior de campanha na província, liderado por dirigente ido de Luanda, suscitando protestos locais

UNITA congela o executivo do Namibe e cria estado-maior de campanha eleitoral para mudança a partir do próximo sábado.

O secretário provincial do Namibe do partido do Galo Negro, Faustino Mumbika que revelou o facto à Voz de América, justifica a inovação como sendo uma das políticas mais corporativa capaz de congregar outras sensibilidades interessadas na mudança daqueles que não são militantes da UNITA.

«Estando no momento eleitoral, queremos fazer algo diferente que em África pouco acontece. Nesta ordem de ideias, a estrutura de campanha que estamos a gizar é completamente diferente da estrutura do partido que temos utilizado nas campanhas anteriores. Explica-se facilmente porque as eleições tocam a todos cidadãos, de certeza absoluta os angolanos interessados na mudança são a maioria dos militantes da UNITA, do MPLA, da FNLA e de outros partidos políticos» esclareceu o político do Galo Negro.

Logo, sublinha o político, como as eleições tocam a vida de todos nós, temos de tornar a estrutura aberta para todos, deixemos de falar da vida do partido e falemos da vida de todos nós», acrescentou Mumbika.

A reunião do Comité Provincial da UNITA a ter lugar no próximo sábado, dia 28 do mês em curso, vai extinguir os órgãos executivos eleitos, dando corpo a esta campanha que tem pendor corporativo, o activismo para mudança, segundo esclareceu Mumbika à Voz de América no Namibe.

«Nós, até já não estamos a designar por estado-maior da campanha eleitoral da UNITA, a ser constituído no próximo sábado, vai ter um caris de cidadania estamos a considerá-lo, estado-maior da campanha para a mudança, com o cariz inclusivo e participativo, aberta a todo mosaico Namibense, em idade eleitoral e comprometidos com a mudança em Angola, portanto, sem olhar às cores das bandeiras partidárias», frisou o político do Galo Negro no Namibe.

Uma outra inovação apresentada pelos maninhos tem a ver com o convite àqueles que pretendem ser deputados no próximo mandato. Segundo Mumbika, todos os que se julgam potenciais para representar os problemas da população no parlamento, podem candidatar-se a deputado, mesmo não sendo militantes da UNITA.

O convite vai para os membros da sociedade civil, líderes comunitários enfim,defensores dos direitos de cidadãos, na Província do Namibe.

Apesar desta inovação, contudo os militantes da UNITA no Namibe, foram surpreendidos com a transferência administrativa do actual secretário do partido do Galo Negro, Faustino Mumbika, para a província do Kwanza Sul, sem qualquer esclarecimento aos militantes, membros das estruturas do órgão decisório, o Comité Provincial que deverá tomar conhecimento apenas no próximo sábado, portanto sem observância dos princípios democráticos.

A Voz de América soube no entanto que para o seu lugar vem de Luanda, um quadro que se chama Vitorino Ndunduma, então secretário municipal da UNITA no Município do Cacuaco.

A movimentação de Mumbika nesta fase da campanha eleitoral não está a ser bem vista pelos militantes conservadores do Galo Negro, que já apresentaram protesto a Luanda.

XS
SM
MD
LG