Links de Acesso

Activista das Lundas hospitalizado na cadeia


Jota Filipe Malaquito, Presidente da Comissão do Protectorado das Lundas

Jota Filipe Malaquito, Presidente da Comissão do Protectorado das Lundas

Tribunais ainda não responderam a pedido de libertação de dezenas de membros da Comissão do Protectorado da Lunda

O presidente da Comissão do Manifesto do Protectorado da Lunda, Jota Filipe Malakito, está internado num hospital na cadeia onde está detido detido desde Maio de 2009.
Desconhece-se as razões do seu internamento mas o Secretário-Geral da organização José Mateus Zecamutchima, disse á Voz da América que Malakito tem problemas “no joelho, testículos e está a perder diàriamente a visão”.
Tritna e nove activistas estão presos na Lunda norte ao abrigo de uma lei de segurança do estado que o tribunal constitucional já considerou de não válida num outro caso envolvendo activistas de Cabinda. Outros quatro foram condenados ao abrigo das mesmas leis. Um deles morreu na cadeia.
Um advogado angolano, o Dr. David Mendes, instituiu recentemente uma acção em tribunal requerendo a libertação dos mesmo tendo em conta a decisão do tribunal constitucional. Uma acção de “habeas corpus” foi também entregue aos tribunais mas até agora não houve resposta.
O secretário-geral do Manifesto do Protectorado da Luanda disse ainda à Voz da América que embora no passado tivesse podido visitar Jota Filipe Malakito na cadeia não recebeu autorização para o visitar no hospital.
Zecamutchima disse que as condições em que se encontram os detidos nas Lundas são lastimáveis.
Ouça a reportagem com a entrevista a José Mateus Zecamutchima.

XS
SM
MD
LG