Links de Acesso

Candidatos republicanos debatem na Carolina do Sul

  • Paulo Faria

Romney e Gingricht

Romney e Gingricht

Os cinco restantes candidatos à nomeação pelo Partido Republicano para as eleições presidenciais de Novembro deste ano, efectuaram na segunda-feira à noite um debate no estado da Carolina do Sul, poucos dias antes de participarem nas próximas eleições primárias.

Os cinco restantes candidatos à nomeação pelo Partido Republicano para as eleições presidenciais de Novembro deste ano, efectuaram na segunda-feira à noite um debate no estado da Carolina do Sul, poucos dias antes de participarem nas próximas eleições primárias. Embora o debate tivesse tocado uma vasta gama de assuntos desde a economia, o desemprego e a política externa, vários dos candidatos usaram o estrado para focarem os seus ataques no candidato mais bem posicionado na corrida, o antigo governador do Massachusetts, Mitt Romney.

O antigo líder da Câmara dos Representantes, Newt Gingrich, e o governador do Texas, Rick Perry, atacaram o registo empresarial de Mitt Romney e pediram aos votantes para olharem atentamente para a sua empresa, a Bain Capital, cuja actividade e comprar empresas e tenta-las tornar mais competitivas.

Gngricth argumentou que em alguns casos as empresas adquiridas pela Bain Capital acabaram com enormes deficits ou foram à falência:

“O governador tem todas as oportunidades para responder a essas questões, a dar-nos factos e dados que eu penso que faz parte da sua responsabilidade como um candidato. E penso que isso é parte de uma campanha, levantar questões e ver se o nosso competidor pode respondê-las efectivamente antes das eleições gerais onde como sabem essas questões vão ser inquiridas.”

Poucas horas antes do início do debate, o antigo governador do Utah, Jon Huntsman, abandonou a corrida à nomeação presidencial, diminuindo o número de candidatos republicanos de seis para cinco. E apesar dos seus ataques no passado a Romney, Huntsman endossou o seu apoio ao antigo governador do Massachusetts.

Os outros quatro candidatos restantes na corrida, o antigo senador da Pensilvânia, Rick Santorum, o veterano congressista do Texas, Ron Paul, o governador do Texas, Ron Paul, e o antigo líder da Câmara dos Representantes, Newt Gingrich, estão a tentar abrandar o favoritismo de Romney antes das primárias na Carolina do Sul no próximo sábado. Analistas políticos e mesmo Gingrich disseram que se Romney vencer na Carolina do Sul, ele irá provavelmente ser o candidato republicano que vai defrontar o presidente Barack Obama nas presidenciais no dia 6 de Novembro.

Em resposta a Gingricht, Romney afirmou estar orgulhoso pelo facto da sua empresa, a Bain Capital, ter investido em mais de 100 companhias:

“Quatro das companhias onde investimos, não eram empresas que eu dirigiria, mas investimos nelas e elas representam actualmente mais de 120 mil postos de trabalho. Algumas das empresas em que investimos não eram bem-sucedidas e perderam muitos postos de trabalho.”

As últimas sondagens na Carolina do Norte mostram Romney com uma forte liderança. E uma nova sondagem de opinião pública divulgada segunda-feira pela CNN e a ORC International, mostra Mitt Romney e Ron Paul empatados com o presidente Obama se as eleições presidenciais se realizassem hoje.

De acordo com a sondagem, 48 por cento dos inquiridos disseram que votariam por Romney e 47 por cento que apoiariam o presidente Obama para a sua reeleição. Quanto a Ron Paul teria o apoio de 46 por cento dos eleitores americanos contra 48 por cento do presidente Obama.

XS
SM
MD
LG