Links de Acesso

Preso por tentar vender jardim do Lubango a um chinês

  • Teodoro Albano

Preso por tentar vender jardim do Lubango a um chinês

Preso por tentar vender jardim do Lubango a um chinês

Antigo funcionario da administração municipal condenado a 9 anos de prisão

O tribunal provincial da Huíla condenou nesta quarta-feira o ex chefe de secção dos serviços técnicos da administração municipal do Lubango, a nove anos de prisão efectiva.

Rui Manuel Duarte China Moçambique, foi acusado pelo crime de burla por defraudação .

O crime surge da tentativa falhada da venda de um jardim público que Moçambique teria feito a um cidadão chinês, enquanto chefe de secção dos serviços técnicos da administração municipal do Lubango.

Consta dos autos que Rui Moçambique, facto que o próprio réu confirmou, quer na fase instrutória como na única audiência em tribunal do passado 7 de Dezembro de 2011, chegou a receber de contracto promessa cerca de 150 mil dólares, num negócio que renderia três milhões e meio de dólares.

O caso em alusão era dos mais mediáticos e polémicos que pousava na justiça, daí talvez se explicasse a enchente verificada na sala de audiência completamente aborrotada de gente, sobretudo de familiares, para além de um forte aparato policial.

O negócio terá falhado muito por conta do governador da Huíla, Isaac dos Anjos, que terá deparado com irregularidades no processo e remeteu de imediato ao Ministério Público para averiguação

O advogado da defesa, Yuri Pascoal diz que vai recorrer da sentença ao Tribunal Supremo;

XS
SM
MD
LG