Links de Acesso

Angola: Igreja opõe-se a manifestações violentas

  • Almeida Sonhi

"Violência destroi a dignidade e a vida"

"Violência destroi a dignidade e a vida"

Jovens católicos discutem direito à manifestação. Igreja avisa contra violência

A Igreja Católica opõem-se à violência em qualquer tipo de manifestações, disse no Saurimo o Bispo de Ndalatando, D. Almeida Kanda.

Os cristãos, disse ele, não devem participar em manifestações violentas e devem sempre tentar resolver todos os problemas através do diálogo.

"A violência destrói o que ambiciona defender, nomeadamente a dignidade, a vida e a liberdade," disse o bispo durante uma conferência de juventude realziada na cidade.

No encontro jovens sublinharam o direito à manifestação acusando as autoridades de não responderem às preocupações do povo.

Um dos intervenientes no encontro disse que a polícia angolana ainda não está preparada para lidar com manfiestações pacíficas.

Família e Reconciliação foi tema geral do conclave juvenil que se debruçou também sobre a família, essencia do amor e de perdão e as orientações da Igreja sobre algumas questoes da actualidade nomeadamente as manifestaçoes que tem sido organizados por grupos de jovens,o registo eleitoral e as eleiçoesl.

Participaram Mais de 180 jovens vindos de toda Angola com excepção das províncias de Cabinda,Cunene e Kuanza Sul. Jovens vindos de Saõ Tomé também participaram.

O tema sobre as manifestações foi o que mais suscitou inquientações dos jovens com cerca de trinta intervenções .

Um dos intervenientes no encontro disse que a polícia angolana ainda não está preparada para lidar com manifestações pacíficas.


XS
SM
MD
LG