Links de Acesso

Angola : Terapeutas tradicionais querem melhorar qualidade do serviço

  • Agostinho Gayeta

Medicina tradicional em África

Medicina tradicional em África

Organizações do sector querem mais controle sobre a actividade e recensear quem a pratica.

12 Jan 2011 - O Fórum de Medicina Tradicional em Angola pretende dialogar com os governos provinciais para o recenseamento dos terapeutas tradicionais angolanos.

Este diálogo visa reforçar em 2011 o dinamismo desta organização de médicos tradicionais, melhorando a actuação dos membros da classe e estabelecer o controlo dos vendedores deste tipo de medicamentos.

De acordo com Kitoko Maiavanga, o Presidente Executivo da FOMETRA, a sua organização vai ainda este ano assinar um protocolo de cooperação com a COMETA, Conselho Nacional da Medicina Natural e Tradicional para a união, dignificação, e melhorar o controlo dos trabalhos desenvolvidos.

A FOMETRA pretende igualmente estender os seus serviços além fronteiras e fazer reconhecer a medicina tradicional de Angola em outros países africanos. Contactos neste sentido já foram estabelecidos com Moçambique, Zâmbia e República Democrática do Congo.

Em Luanda, os mercados dos Kwanzas, no município do Cazenga, e do quilómetro 30 em Viana, são os locais onde mais se comercializam os medicamentos tradicionais. A FOMETRA está preocupada com o estado de conservação deste produtos medicinais nestes locais, por esta razão pretende igualmente em 2011 registar todos os tipos de remédios tradicionais em Angola.

Para um melhor aproveitamento e cuidado com plantas, a FOMETRA vai contar com o apoio de diversas instituições entre as quais as universidades.

A FOMETRA está já presente em 15 das 18 províncias do país. Em Luanda centenas de doentes que não encontram cura para as suas enfermidades na medicina moderna recorrem aos tratamentos tradicionais.

XS
SM
MD
LG