Links de Acesso

Bloco Democrático exige demissão do governador de Benguela

  • António Capalandanda

Armando da Cruz Neto, governador de Benguela

Armando da Cruz Neto, governador de Benguela

"O pior governador que a província de Benguela já teve", diz dirigente provincial do BD

O Bloco Democrático (BD) classifica Armando da Cruz Neto como o pior governador que a província de Benguela já teve ao longo de vários anos.

Francisco Viena, secretário provincial do Bloco, fazia a avaliação do desempenho do governo local durante o ano de 2011. Disse esperar que o chefe do executivo da província se demita pelo fracasso da sua governação.

“Sendo o péssimo governador provincial de Benguela, na minha opinião enquanto líder na oposição, o senhor Armando da Cruz Neto devia até demitir-se,” disse aquele dirigente partidário.

Definiu como indicadores de avaliação, a excessiva partidarização das instituições públicas, limitações no exercício da cidadania e os baixos níveis de oferta dos serviços essências básicos as populações.

A oposição diz mesmo desconhecer as políticas públicas implementadas pelo executivo de Armando da Cruz Neto, durante o ano transacto. 4, 5 valor é classificação dada ao desempenho negativo do governador numa escala de 0 a 20

“Em termos de desenvolvimento político eu considero um grande défice, porque não conseguiu manter uma relação cordial com os partidos políticos na oposição,” afirmou Viena, acrescentando que, “ em termos de desenvolvimento social pior um pouco porque assistimos meninos a estudarem em lugares inadequados fazendo-me lembrar os anos de guerra.”

Refira-se que, em cerimónia de fim de ano, o governador provincial de Benguela fez um balanço positivo do seu executivo em 2011, tendo apontado melhorias no sector da educação, saúde, agricultura, pescas, obras públicas e águas, menos o sector energético que segundo ele, foi a fragilidade da sua governação.

XS
SM
MD
LG