Links de Acesso

Angola: A invasão estrangeira

  • Agostinho Gayeta

Imigraçao torna-se problema em vários paises africanos. na foto imigrantes zimbabwianos na Africa do Sul

Imigraçao torna-se problema em vários paises africanos. na foto imigrantes zimbabwianos na Africa do Sul

Analistas dizem que imigração ilegal poderá causar distúrbios e afectar a economia

4 Jan 2010 - Angola está a ser o destino preferencial de muitos cidadãos estrangeiros que de forma ilegal tentam a todo custo violar as fronteiras nacionais motivados por propósitos comerciais e políticos. Essa é Uma situação que segundo autoridades locais é preocupante para segurança nacional.
No início desta semana mais de cinquenta cidadãos oriundos de Cabo Verde, Costa do Marfim, República Democrática do Congo, Guiné-Bissau, Mauritânia e o Gabão, foram detidos pela Polícia Nacional, quando tentavam violar as fronteiras nacionais a partir da região da Barra do Dande, na Província do Bengo.
Dados revelados pelo Segundo Comandante da Polícia nacional, o Comissário-chefe Paulo Gaspar de Almeida, dão conta que a imigração ilegal no país já constitui um problema de segurança Nacional, pela quantidade de cidadãos estrangeiros que entram para o espaço nacional de forma ilícita. Entre as várias motivações dos estrangeiros estão as de âmbito comercial e político pretendendo alguns inclusive fixarem-se em Angola.
Entretanto observadores locais afirmam que a apetência dos estrangeiros sobretudo africanos em imigrarem de forma ilegal para Angola é fruto da falsa propaganda sobre o nível de vida no país que se faz no exterior.
Paulo Barros é especialista em Negócios Estrangeiros e defende que as autoridades angolanas devem tomar providências ao nível interno para se descobrirem os potenciais fomentadores desta prática dentro do território nacional.
Para o docente universitário as autoridades nacionais devem abortar de imediato este fenómeno no país, que pode causar vários distúrbios á vida económica e social da população.
Pelo facto da situação ser preocupante Orlando Muhongo, analista de relações internacionais julga que o estado angolano deve usar todos os meios ao seu alcance para garantir a segurança do seu território e defender a sua soberania. O analista entende que a anomalia da imigração clandestina em Angola pode desencadear numa desestabilização do país.
Nos últimos meses dezenas de cidadãos estrangeiros que entram de forma ilícita para o país têm sido repatriados.
Entretanto a Polícia Nacional está a envidar esforços no sentido de neutralizar estes actos a partir dos pontos de partida ora identificados, fazendo um trabalho de diplomacia com os países correspondentes.
Recentemente a Polícia angolana terá mostrado uma certa preocupação com as fragilidades nas zonas fronteiriças marítimas do país. As dificuldades de acesso a algumas localidades, bem como a deficiente comunicação tornam segundo as autoridades, as fronteiras marítimas cada vez mais vulneráveis as infracções. A fuga ao fisco e o contrabando são as acções delituosas mais frequentes nos limites geográficos de Angola.
No período entre 2006 e 2009 a Polícia Fiscal angolana apreendeu mais de 31 milhões de dólares norte americanos e mais de 200 quilogramas de drogas diversas.
O facto da imigração ilegal estar a dar azo a tendência de tráfico de seres humanos em Angola é outra preocupação das autoridades angolanas…Uma situação que está a ser controlada pelas forças da ordem especializadas em investigação criminal.
As zonas norte e leste de Angola limitadas pelos dois Congos são as mais vulneráveis às invasões estrangeiras.

XS
SM
MD
LG