Links de Acesso

Dilpomatas da União Europeia avaliam situação em Cabinda

  • José Manuel

Plataforma petrolífera em Cabinda

Plataforma petrolífera em Cabinda

Os diplomatas europeus vão realizar encontros de trabalho com o governo de Cabinda, para além de terem programados encontros com activistas da sociedade civil local

Missão de avaliação

Uma delegação de diplomatas da União Europeia está em Cabinda para uma visita de trabalho.

Chefia a missao o Embaixador-Chefe da Delegação da União Europeia em Angola,uma delegaçao integrada pelos embaixadores dos Países Baixos,da França,Polónia,Reino Unido e da Alemanha.Fazem ainda parte da comitiva os primeiros secretários das Embaixadas da Itália e de Portugal.

Segundo um nota distribuída nesta região, os diplomatas europeus vão realizar encontros de trabalho com o governo de Cabinda, para além de terem programados encontros com activistas da sociedade civil local.

Ao meio da tarde a missão europeia avistou-se com membros da Igreja Católica e da Ordem dos Advogados,com os quais abordaram a situaçao social do enclave angolano. Esses encontros servirão, certamente, para abordar a questao dos Direitos Humanos e a instabilidade política e militar em Cabinda.Situação que continua ainda preocupante na sequência de denuncias que ainda persistem no interior da província de existirem ainda situações de abusos de Direitos Humanos contra os civis.

As questões económicas também merecerão atenção da comissão dados os altos níveis de pobreza que a população vem reclamado.Nesta matéria, a missao diplomática europeia vai efectuar uma visita às obras da ponte cais, pois a inexistência de um porto de longo curso na região tem sido - segundo a sociedade civil e os empresários - um "handicap" do desenvolvimento do enclave.

Os constantes problemas energéticos, verificados nos últimos tempos e muito reclamados pela população, levará a delegação europeia a efectuar uma visita ao local de instalação de novas turbinas gas para produção de energia eléctrica.

No final, a delegação dos embaixadores da União Europeia será recebida pelo bispo da Diocese de Cabinda, Dom Filomeno Vieira Dias, uma Igreja marcada por cisão na sequência da sua nomeação em Fevereiro de 2005.

XS
SM
MD
LG