Links de Acesso

Armando Guebuza exonera PGR um dia depois de prender porta-voz da Renamo


Presidente Armando Guebuza Inauguração do edifício da Presidência 24 Janeiro 2014

Presidente Armando Guebuza Inauguração do edifício da Presidência 24 Janeiro 2014

O Presidente moçambicano, Armando Guebuza, exonerou hoje, 9, Augusto Paulino do cargo de Procurador-Geral da República (PGR). A saída de Paulino vem confirmar um ambiente pouco saudável entre Guebuza e o agora ex-PGR, que culminou com a detenção do porta-voz do líder da Renamo, António Muchanga.

Segundo a agência portuguesa PNN, Augusto Paulino opôs-se à detenção de Muchanga, pelo menos nos moldes em que foi proposta. Esta posição de Paulino trouxe ainda mais crispação na sua relação com Armando Guebuza.

No entanto, a Presidência da República disse em comunicado que Augusto Paulino pediu para sair por «motivos de saúde». Para o seu lugar Guebuza indicou Beatriz da Consolação Mateus Buchili, que até à data era Procuradora-adjunta.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG