Links de Acesso

Argélia: Reformas limitam mandatos presidenciais

  • Redacção VOA

Deputados argelinos na sessão que aprovou as reformas

Deputados argelinos na sessão que aprovou as reformas

Entre outras medidas, o país passará a ter uma comissão eleitoral independente.

A Argélia adoptou um novo pacote de reformas constitucionais, que inclui a limitação de mandatos presidenciais para dois e o reconhecimento do idioma usado pelos Berberes como língua oficial.

O Parlamento aprovou as reformas, ontem, com 499 deputados a favor, dois contra e 16 abstenções. Alguns deputados boicotaram a votação.

As mudanças desfazem as reformas de 2008 que permitiram ao Presidente Abdelaziz Bouteflika, de 78 anos, concorrer para mais de dois mandatos.

À luz das alterações, o presidente deverá nomear um primeiro-ministro do partido com maioria parlamentar, e o país deverá criar uma comissão eleitoral independente.

A oposição diz que a revisão tem pontos positivos, mas carece de reformas politicais reais para reduzir a influência do partido de Bouteflika no poder, assim como do exército.

XS
SM
MD
LG