Links de Acesso

Arcebispo de Lubango pede acordo definitivo entre Governo e professores

  • Teodoro Albano

Lubango, Angola

Lubango, Angola

Dom Dom Zacarias Kamwenho lamentou que a greve de professores tenha sido apenas suspensa e não levantada.

O arcebispo emérito do Lubango Dom Zacarias Kamwenho lamentou a suspensão apenas e não o levantamento total da greve de professores que durante dois meses paralisou o ensino geral na Huíla.

Segundo o prelado católico, o facto de a greve ter sido apenas suspensa, deixa pais e encarregados de educação receosos sobre o futuro das crianças. Para Dom Zacarias Kamwenho as crianças merecem todo o sacrifício.

“Não deixo de lamentar que não seja apenas a greve suspensa para nos manter outra vez a nós, os pais aos encarregados de educação naquela perspectiva de não se saber até quando? Não! As nossas crianças, o melhor do mundo, merecem também todo o nosso sacrifício para que elas cresçam com segurança, segurança de vida, segurança na educação, segurança alimentar, segurança em toda a sua vida”, reiterou o sacerdote.

Dom Zacarias Kemwenho felicitou o Governo e o Sindicato de professores pelo entendimento que permitiu a suspensão da greve, mas apelou para uma solução definitiva que divide as partes.

O sacerdote que orientou a homilia em alusão à procissão da padroeira da cidade do Lubango, defendeu a edificação de uma sociedade com valores cristãos e realização pessoal com trabalho e honestidade.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG