Links de Acesso

Após semanas de suspense, vice-presidente dos EUA diz que não será candidato


Vice-presidente dos EUA, Joe Biden

Vice-presidente dos EUA, Joe Biden

Após semanas de suspense, o vice-presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, diz que não será candidato às eleições. Ele afirmou, no entanto, que não ficará silencioso durante a campanha.

O anúncio foi feito nesta quarta-feira, 21 de Outubro de 2015, no Jardim da Casa Branca.

Biden tinha publicamente flertado com a ideia de concorrer às eleições e as especulações se intensificaram durante o verão com os tropeços da candidata democrata Hillary Clinton.

Nesta quarta-feira, no entanto, ele afirmou que não concorreria à presidência sem energia e o total apoio de sua família. O filho de Biden, Joseph 'Beau' Biden, morreu em maio de um câncer cerebral.

Embora Biden tenha dito que sua família chegou a um lugar no processo de luto no qual poderiam lidar com os rigores de uma campanha presidencial, ele disse que não tinha mais tempo para ser uma possibilidade viável.

"Infelizmente, eu acredito que estamos fora do tempo, o tempo necessário para montar uma campanha vencedora para a nomeação", disse Biden.

"O processo (de luto) não respeita ou se preocupa com coisas como prazos finais ou debates", disse Biden. "Mas eu também sei que eu não poderia fazer isso se a minha família não estivesse pronta. A boa notícia é que a família chegou a esse ponto. Como eu já disse muitas vezes, minha família sofreu com a perda e eu esperava que o tempo certo viria. E eu disse para muitas outras famílias (que perderam um parente) que, mais cedo ou mais tarde, quando você pensa no seu familiar, isso traz um sorriso a seus lábios antes que ele traga uma lágrima a seus olhos. Bem, isso é o lugar onde os Bidens estão hoje. Graças a Deus. Beau é a nossa inspiração."

Joe Biden elogiou o trabalho feito pelo presidente americano Barack Obama e disse que os dois vão continuar até a eleição do novo presidente com o trabalho que iniciaram.

XS
SM
MD
LG