Links de Acesso

Anúncio dos resultados das eleições cria expectativa em Moçambique


Conselho Constitucional valida os resultados amanhã, 30.

Em Moçambique, reina uma enorme expectativa em torno do anúncio da validaçao e proclamaçao, amanhã, 30, pelo Conselho Constitucional, dos resultados das eleições presidenciais e legislativas de 15 de Outubro passado, bastante contestados pela oposição, que alega fraude durante o processo de votação.

O anúncio da proclamação dos resultados eleitorais vai por termo a um longo período de espera.

O bispo auxiliar de Maputo, Dom Carlos Nunes, disse à VOA que os moçambicanos estão a viver este momento com muita expectativa e questiona se todos os intervenientes estarão preparados "para que de forma pacífica e responsável assumam aquilo que foi a vontade pública" expressa nas urnas.

Na sua opinião, este processo exige uma preparação para que, de forma tranquila, "aceitemos aquilo que foi a vontade de todos".

Para o secretário-geral do Conselho Cristão de Moçambique Marcos Macamo, é fundamental que os moçambicanos tenham capacidade para gerir aquilo que vier depois destas eleições, "e tirarmos as ilações necessárias, de modo a que haja, de novo, o espírito de moçambicanidade".

Por seu turno, o arquitecto e analista político Tomás Rondinho considera que um dos aspectos importantes destas eleições, independentemente de quem seja o vencedor, é o facto de que, pela primeira vez, Moçambique terá um Parlamento mais equilibrado, o que irá possibilitar um debate mais abrangente sobre os problemas do País.

Rondinho não antevê um desfecho violento deste processo, porque, segundo disse, vai prevalecer o espírito de diálogo.

De referir que o anúncio da validação das eleições vai ser num acto aberto ao público, que terá lugar no Centro Internacional de Conferências Joaquim Chissano, onde tem decorrido o diálogo entre o Governo de Moçambique e a Renamo.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG