Links de Acesso

Antigos colaboradores de Bubo Na Tchuto admitem em tribunal conspirar para traficar droga

  • VOA Português

O almirante Bubo Na Tchuto foi preso na sequência da tentativa de golpe

O almirante Bubo Na Tchuto foi preso na sequência da tentativa de golpe

Mais informações na emissão de hoje, 30 de Abril, da VOA.

Dois antigos colaboradores do ex-chefe de Estado Maior da Marinha da Guiné-Bissau Bubo Na Tchuto declararam-se culpados de conspirar para traficar droga da América Latina com destino aos Estados Unidos e Europa num Tribunal de Nova Iorque.

Com esta confissão, a procuradoria de Manhatan encontrou um forte aliado para acusar Bubu NaTchuto e seus colaborares de tráfico de drogas no julgamento que deve começar em Junho.

Tchamy Yala e Papis Djeme prestaram declarações na segunda e terça-feira junto do juiz que tem em mãos o processo contra Bubu na Tchuto e os dois colaboradores, detidos numa operação secreta da Agência Anti-Droga dos Estados Unidos (DEA) em águas internacionais próximas da Guiné-Bissau.

Segundo a agência Reuters, o julgamento de José Américo Bubo na Tchuto, Tchamy Yala e Papis Djeme está previsto para Junho e deverá ocorrer até Setembro quando será lida a sentença.

Contra o antigo homem forte da marinha guineense impende a pena de prisão perpétua.
XS
SM
MD
LG