Links de Acesso

Antigo fuzileiro naval é autor da morte de três polícias nos Estados Unidos

  • Redacção VOA

Polícia em Baton Rouge

Polícia em Baton Rouge

Baton Rouge é centro de violência dos Estados Unidos.

O homem que matou três policias e deixou outros tantos feridos neste domingo, 17, em Baton Rouge, Luisiana, nos Estados Unidos, foi identificado como Gavin Eugene Long.

Ele foi fuzileiro naval, é negro, natural de Kansas City, no estado do Missouri, e terá completado 29 anos hoje.

O tiroteio ocorreu depois da polícia ter recebido uma ligação que denunciava a presença de um indivíduo suspeito em Airline Highway, com um arma de assalto.​

Ao chegar, os agentes foram recebidos com tiros.

Ainda não se sabe se foi apenas um atirador que participou do crime ou se ele contou com a ajuda de mais pessoas no ataque.

Obama e candidatos presidenciais condenam ataque

O presidente Barack Obama emitiu um comunicado em que classificou o incidente de "ataque covarde contra policiais".

"Eu condeno, no sentido mais forte da palavra, o ataque contra a aplicação da lei em Baton Rouge. Pela segunda vez em duas semanas, policiais que colocam sua vida em risco por nós todos os dias estavam trabalhando quando foram mortos em um ataque covarde", afirmou o Obama.

"Não sabemos ainda o motivo desse ataque, mas quero deixar algo claro aqui: nao existe justificativa para violência desse tipo. Nenhuma. Esses ataques são de covardes que não representam ninguém", conclui o Presidente americano.

O candidato republicano à Presidência, Donald Trump, disse que o país está dividido.

"O nosso próprio povo está matando nossa polícia. Nosso país está dividido e fora de controle. O mundo está vendo isso", concluiu.

Já a candidata dos Democratas, Hillary Clinton, afirmou que os americanos não podem "virar as costas um para o outro" e que precisam estar juntos para "combater a violência e fortalecer nossas comunidades."

Baton Rouge, recorde-se, foi palco de protestos recentemente, na sequência da morte de um cidadão afro-americano às mãos da polícia.

Há cerca de 10 dias, no final de um protesto pacífico, em Dallas, cinco polícias foram mortos por um atirador, igualmente abatido pelas autoridades, identificado posteriormente como Micah Xavier Johnson.

XS
SM
MD
LG