Links de Acesso

Antiga ministra cabo-verdiana recebe Pan African Humanitarian Award pelo seu trabalho a favor da segurança

  • Redacção VOA

Marisa Morais, advogada e antiga ministra da Justiça e da Administração Interna de Cabo Verde

Marisa Morais, advogada e antiga ministra da Justiça e da Administração Interna de Cabo Verde

Cerimónia que acontece em Dubai a 12 de Novembro vai premiar também a antigo deputada Graça Sanches.

A antiga ministra cabo-verdiana da Justiça e da Administração Interna Marisa Morais foi distinguida com o Pan African Humanitarian Award, que destaca personalidades na área das práticas humanitárias, no desenvolvimento socioeconómico, na luta contra as drogas, terrorismo e violência contra as mulheres em África.

A distinção foi atribuída pelo Conselho Consultivo do Prémio Humanitário Pan-Africanoem parceria com a Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO) devido aoo papel relevante de Morais no reforço da segurança em Cabo Verde entre 2008 e 2010.

“Desde o início da sua carreira política, Morais traçou como objectivo melhorar a capacidade da polícia, a vigilância das fronteiras e o combate os vários tráficos (droga, armas e pessoas) em Cabo Verde”, escreve organização.

A cerimónia da entrega dos Pan African Humanitarian Awards acontece no Dubai, a 12 de Novembro, e vai reunir 26 países africanos e 14 organizações humanitárias de todo o mundo.

O evento contará com a presença de mais de 300 líderes mundiais com destaque nas mais diversas áreas como a indústria, governação e no mundo dos negócios.

A edição deste ano terá como agenda central a reflexão sobre os desafios e oportunidades para os agentes que trabalham no desenvolvimento de boas práticas humanitárias, bem como na promoção do desenvolvimento socioeconómico de África.

Graça Sanches, professora e antiga deputada cabo-verdiana

Graça Sanches, professora e antiga deputada cabo-verdiana

Recorde-se que a professora e antiga deputada cabo-verdiana Graça Sanches receberá na mesma cerimónia o Prémio Humanitário Pan-Africano sobre a Igualdade de Género e Advocacia 2016 pelo trabalho realizado como presidente da Rede das Mulheres Parlamentares de Cabo Verde (RMP-CV).

Em conversa com a VOA, Graça Sanches disse estar “muito feliz pelo reconhecimento pelo trabalho realizado enquanto deputada na luta pela igualdade de género em Cabo Verde e nos demais países africanos de língua portuguesa”.

XS
SM
MD
LG