Links de Acesso

Angolanos que trabalharam na ex RDA aguardam ainda pelos seus salários

  • Manuel José

Quando o muro caíu os trabalhdores angolanos ficaram sem salários

Quando o muro caíu os trabalhdores angolanos ficaram sem salários

Promessoas arrastam-se há anos sem serem cumpridas

Ex-trabalhadores angolanos na antiga Republica Democrática Alemã continuam a aguardar pelo pagamento de salários em atraso pelo trabalho prestado nesse extinto país comunista.




É uma situação que se arrasta há 27 anos.

A Republica democrática Alemã, também conhecida então como Alemanha de Leste, importou milhares de trabalhadores de países aliados em desenvolvimento para ajudar a resolver a sua crónica falta de mão de obra.

O governo angolano enviou mais de 1.600 trabalhadores para esse país mas após o colapso do comunismo e a unificação da Alemanha esses trabalhadores viram-se subitamente sem pagamentos.

A partir de 1990, com o fim do contrato, os ex trabalhadores começaram uma série de contactos, com o então Ministério da Administração Pública Emprego e Segurança Social, para ver regularizada a situação, mas sem resultado.

Em Agosto de 2003 em reunião do Conselho de Ministros o governo angolano
havia recomendado que fosse paga a divida dos angolanos que trabalharam na ex RDA.

Em Fevereiro de 2010 firmou-se um acordo entre os ex-trabalhadores e o MAPESS em que este se responsabilizou, num prazo de seis meses em pagar todas as dividas dos antigos trabalhadores da ex Republica Democrática Alemã , ate hoje nada.

" O acordo dizia que em seis meses o MAPESS tinha condições para pagar os 1676 trabalhadores, ate hoje nada, não há valores nas contas," disse Garcia Samuel Manuel ex trabalhador e presidente da Associação dos ex Trabalhadores angolanos da ex RDA que recorreram também ao parlamento angolano, para ver resolvida a situação ate ao momento não obtiveram nenhuma resposta satisfatória.

"Remetemos o processo a Assembleia Nacional, na décima Comissão, liderada pela deputada Genoveva Lino e continuamos a aguardar," disse Manuel que disse ainda que fora feita uma nova reclamação junto das autoridadeds governamentais mas sem sucesso.

"Fizemos nova reclamação, remetemos ao ministério, garantiram que em Setembro pagariam todos aguardamos até Outubro nada, voltamos a reclamar a esperança é a mesma só em Dezembro, estamos em Dezembro e não há dinheiro," disse.

Durante esse tempo de espera alguns ex trabalhadores acabaram por morrer diz Mateus Panda outro antigo trabalhador angolano na ex Alemanha do leste.

"Muitos neste momento não têm dinheiro para colocar os seus filhos na escola, outros colegas e faleceram e ns temos que ajudar as viúvas com algum valor´," acrescentou

Tentativas para ouvirmos o Ministério do Trabalho e Segurança Social fracassaram. Contactada a décima Comissão da Assembleia Nacional disseram-nos que se encontra encerrada para ferias de fim de ano, qualquer esclarecimento sobre este assunto só em Janeiro de 2014.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG