Links de Acesso

Angolanos levantam dúvidas sobre o registo eleitoral

  • Coque Mukuta

O Ministério da Administração do Território (MAT) de Angola anunciou que um milhão de cidadãos actualizaram até o início desta semana os seus dados eleitorais e a respectiva prova de vida.

O processo iniciado a 25 de Agosto vaiaté Dezembro e prevê-se que cerca de milhões de eleitores estejam aptos a votar em 2017

Nas ruas de Luanda há muitas dúvidas sobre este processo que tem sido muito criticado pelos partidos da oposição.

Alguns cidadãos estão curiosos sobre a actualização do registo eleitoral, enquanto outros alegam falta de motivação e interesse por não notar qualquer diferença após a escolha do seu partido.

António Kissanda disse à VOA que não vai actualizar o seu registo eleitoral porque, por exemplo, as eleições de 2008 e 2012 não foram nem justas nem transparente.

“Os políticos em Angola deviam ser mais sérios, apopulação está numa situação totalmente desagradável e a miséria continua”, sublinhou Kissanda.

Piedade Calunga, que já se registou e participou nas duas últimas eleições, diz contudo que não vê nenhuma diferença.

“Fiz o registo a uma senhora e espero que as eleições sejam realizadas e que hajam benefícios para todos os cidadãos”, explica.

Já Margarida Figueira, vendedora ambulante, afirma que nunca votou por não saber ler e escrever.

Ela vivia no interior e diz não saber nada sobre eleições “porque não sei sei ler e nem escrever".

XS
SM
MD
LG