Links de Acesso

Angolanos dizem não confiar nos políticos

  • Coque Mukuta

Um estudo da rede Afrobarometer sobre a confiança nas comissões eleitorais realizado em 36 países africanos revela que apenas metade dos eleitores confia naqueles órgãos.

O levantamento incluiu três países de língua portuguesa. Em Moçambique, o nível de confiança na comissão de eleições é de 48 por cento, em Cabo Verde de 45 por cento e em São Tomé e Príncipe, de 31 por cento.

Em Angola, a VOA ouviu vários cidadãos, tendo muitos afirmado que preferem não falar em política.

Outros foram peremptórios e disseram não acreditar nos partidos políticos, devido às falsas promessas, desemprego e más condições de vida.

O politólogo Agostinho Sicato considera que a falta de modelos políticos, falsas promessas, instrumentalização das populações e pleitos eleitorais fraudulentos são as causas que estão na origem da falta de confiança nos políticos, havendo cidadãos que pensam que votar é perder tempo.

“É necessário que os políticos sejam modelos. Os políticos prometem e eles não são exemplos, eles devem deixar de instrumentalizar os cidadãos”, considerou Sicato.

Segundo o estudo para que a população confie nas comissões de eleições é necessário melhorar a gestão do processo, da votação à contagem.

XS
SM
MD
LG