Links de Acesso

Angolanos celebram independência de formas diferentes

  • Coque Mukuta

Monumento Agostinho Neto, Praçaa 1º Maio, Luanda

Monumento Agostinho Neto, Praçaa 1º Maio, Luanda

País tornou-se independente há 39 anos.

Os angolanos assinalam de formas diferentes a Independência Nacional, que se comemora hoje, 11 de Novembro.

Zé Manuel, morador do Zango, afirma que nestas ocasiões aproveita para reflectir sobre os frutos da luta anticolonial. “Tenho que reflectir sobre o ganho desta data, tenho que pegar a papelada toda e analisar os ganhos da efeméride”. Disse Manuel.

Outro entrevistado na zona do Cacuaco, apenas identificado por Sebastião, afirma que nesta data lê notícias e relembra os factos relacionados à efeméride. “Em função de algumas informações deturpadas eu prefiro ficar em casa a ler jornais”, afirmou.

Por seu lado, o cidadão Isaak André, do bairro Golfo I, diz ter preferido ficar em casa a refectir em vez de festejar o 11 de Novembro.

De recordar que no dia 10 de Novembro de 1975, o Alto Comissário e Governador-Geral de Angola, almirante Leonel Cardoso, em nome do Governo português, proclamou a independência de Angola, transferindo a soberania de Portugal para o povo angolano, de forma efectiva a partir de 11 de Novembro de 1975.

XS
SM
MD
LG