Links de Acesso

Angolano sonha ter uma vida estável com um salário normal

  • Danielle Stescki

Espaço do Ouvinte

Espaço do Ouvinte

Foi através da rádio Ecclésia que ouviu sobre a VOA

Fernando Silvero, 28 anos, é casado e tem um filho de 12 anos. Trabalha numa empresa de combustível na província de Benguela e falou sobre a situação de trabalho na província: “Tá muito difícil”.

Sobre o local de trabalho, Silvero contou que houve uma mudança na administração que levou a uma redução no número de trabalhadores na empresa. “Agora a empresa não emprega muitos jovens e o salário não é digno. Não chega a 30 mil kwanzas”, conta.

Silvero já trabalha há quase quatro anos na mesma empresa e conta que nunca teve um aumento salarial. Revela ainda haver muita pressão no trabalho. “Muito trabalho pra pouco dinheiro", explica.

Ele gostaria de mudar de emprego e ter uma vida estável com um salário normal. “É o que mais procuro”, sinaliza.

Fernando Silvero considera como salário normal a quantia de 60 a 70 mil kwanzas por mês.

Sobre o filho, espera poder acompanhá-lo mais e matriculá-lo na escola para o ano que vem.

“Gostaria de ver o filho entrar numa universidade”, concluiu Silvero, ouvinte da Voz da América.

Oiça a conversa
XS
SM
MD
LG