Links de Acesso

Mulheres trabalhadoras prejudicadas por politica governamental - Bloco Democrático

  • Manuel José

Sistema de"clientelismo" prejudica trabalhadores, diz Palmira Africano

O governo angolano foi criticado por seguir politicas de “clientelismo” e ter falhado em combater a discriminação contra a mulher.





As críticas surgiram numa mesa redonda do braço feminino do Bloco Democrático sobre a situação da mulher em Angola que concluiu que a inserção da mulher na sociedade é ainda bastante delicada.

Palmira Africano, membro do Conselho nacional do Bloco Democrático, fez notar que para a maioria das mulheres trabalhadoras angolanas não há tempo para cuidar das crianças.

Por exemplo as mães deixam as crianças de manhã cedo, praticamente escuro e voltam também à noite,” disse acrescentando que por isso essas mães “não têm tempo de educar essas crianças”.

Essa situação, segundo a responsável do BD tem muito a ver com o sistema implantado pelo regime no poder em Angola.

“Criaram um sistema de clientelismo e troca de favores pelo qual quem não alinha, não tem direito a nada,” acrescentou Palmira Africano para quem “os ricos estão com mais poder e mais riqueza e os pobres, o povo está cada vez oprimido, reprimido mais explorado e mais pobre”.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG