Links de Acesso

Veteranos de guerra continuam a queixar-se de abandono

  • Manuel José

Veteranos da guerra, em Angola, continuam a manifestar o seu desagrado pelas condições de vida, particularmente a falta de apoio e cumprimento de promessas que lhes foram feitas.

Uns dizem já estarem na caixa social, mas o que ganham não da para nada e face e com a crise financeira a situação agravou-se ainda mais.

Os antigos combatentes que vão sobrevivendo nos arredores de Viana dizem que já deram tudo pelo país e que agora é a vez do estado os recompensar.

"Eu sou antigo combatente ganho pouco, com esta carência que há no país eu passo mal, nem a renda de casa consigo pagar", disse um deles que preferiu o anonimato.

"Peco ao executivo angolano que olhe para nossa vida, prestem atenção, pois nós não temos condições de vida. Nós pedimos ao estado para resolver esta situação," acrescentou.

Um outro antigo combatente considera que o fim da guerra devia significar melhoria de suas condições, mas acontece o contrário.

"Agora que a guerra acabou, nós sofremos”, disse.

“Já não temos família nas províncias onde nascemos; como e com quem vamos viver?" interrogou.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG