Links de Acesso

Angola: Situação tensa no Cafunfo após manifestação de mulheres

  • João Santa Rita

Forças de segurança patrulham as ruas; assassinatos e mutilações genitais foram razão do protesto

O líder do Partido da Renovação Social ( PRS) Eduardo Kuangana confirmou á Voz da América que dirigentes do seu partido no Cafunfo foram presos na sequência de uma manifestação de vários milhares de mulheres.




A situação permanece tensa nessa localidade da Lunda Norte onde milhares de mulheres saíram ás ruas no Sábado para protestar contra a falta de segurança e contra a passividade da polícia face ao assassinato de várias mulheres.

A manifestação foi organizada pelo PRS mas contou com o apoio de mulheres de outros partidos, disse o dirigente do PRS

Várias mulheres foram mortas nos últimos tempos e os seus órgãos genitais decepados numa onda de assassinatos que deixou as mulheres da região aterrorizadas.

Kuangana disse á Voz da América que a polícia tinha sido informada da manifestação mas que durante a mesma agentes dispararam as suas armas de fogo para as dispersar.

Homens “infiltrados” teriam causado distúrbios queimando e destruindo haveres, disse o líder do PRS

Na sequência da manifestação e dos distúrbios a polícia e as forças armadas lançaram uma operação prendendo vários jovens e os líderes locais do PRS.
Pelo menos 18 pessoas teriam sido presas.

Noticias dizem que os pais dos jovens foram obrigados a pagar cerca de 160 dólares dos jovens. Alguns deles teriam sido torturados.

As ruas do Cafunfo continuavam segunda-feira a ser patrulhadas pela polícia e pelas forças armadas.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG