Links de Acesso

População afectada pela seca poderá estar sem alimentos dentro de meses

  • Armando Chicoca

Comissão de Protecção Civil de Angola está no sul a avaliar a situação

As reservas alimentares da população afectada pela seca no sul de Angola poderão esgotar dentro de quatro meses, avisou Tereza Rocha, da Comissão Nacional de Protecção Civil.

Falando na cidade de Moçâmedes, Rocha disse que já são necessárias medidas para ajudar a população.

Ela integra uma equipa que está a avaliar o impacto da seca em várias zonas do pais.

Para essa avaliação a comissão conta com o apoio das Nações Unidas.

Hoje, 10, a delegação deveria deslocar-se ao Município do Virei, um dos mais atingidos pela seca nos últimos quatro anos, na província do Namibe.

XS
SM
MD
LG